Como se dar bem na faculdade em 10 passos.

Como se dar bem na faculdade em 10 passos.

Vim até aqui fazer um tutorial de como se dar bem na faculdade, mesmo sabendo que estudar é um saco, que muitas vezes o mundo conspira contra você e o melhor a se fazer é dar socos na porta do banheiro. Da faculdade, é claro.

Número 1 – A simpatia dos professores
Ora…todos sabem que é impossível agradar a todos. Sabendo que qualquer coisa que você faça na faculdade pode realmente voltar contra você futuramente, o maior cuidado que tem que se tomar é com relação a palavras dirigidas ao seu mentor. Logo, xingá-lo de filho da puta não é uma boa alternativa, pois você realmente vai precisar dele futuramente. Mesmo que ele não goste de você, ou não vá com sua cara, tente ser o mais falso possível. Até porque eles não vão se importar nem um pouco com o seu puxa-saquismo exacerbado.

Número 2 – Os amiguinhos de sala
Realmente fazer amigos na faculdade pode ser mais útil do que se espera. Afinal, nunca se sabe quando você precisará daquela assinada de lista de presença numa zeca-feira de jogo na TV. Além disso, muitos deles funcionam como agenda, sempre lembrando-lhe que tem um trabalho pra entregar na semana que vem. Então, tenha sempre aquele sorriso estampado no rosto e aquela cara-de-pau de pedir um favor na hora mais conveniente, ou pode ir tudo por água abaixo.

Número 3 – Fique bem distante da reitoria
Ser conhecido na alta cúpula da Universidade não é vantagem nenhuma. Você pode até se dar muito mal caso resolva acionar o alarme de incêndio durante uma palestra importantíssima sobre “As propriedades da física metaquântica”, ainda mais se o palestrante for o tal do Reitor. Pode apostar que o primeiro suspeito será você, ou então aquele que você quiser ver no fundo do poço, caso você seja bem visto pela Reitoria (o que é humanamente impossível).

Número 4 – O representante de sala
Pense duas vezes antes de se auto-indicar um concorrente ao cargo de maior importância dentre os demais pelegos da sala. Se você ganhar, tudo (absolutamente TUDO) que ocorrer de errado na sala será culpa sua. E caso você não ganhe, será motivo de chacotas dos amiguinhos de sala, pois você se julga popular, mas na verdade não passa de um mero cretino anônimo perante a sociedade, também conhecido como amiguinhos da facul.

Número 5 – Faculdade x Namoro
Definitivamente namoro e faculdade não podem se misturar. Ou você vai ficar muito bravo por ver aquela paty gostosa da sua sala te dar mole e você não poder fazer nada, já que faculdade é pior que big brother no quesito “fofoca espalhada”, ou então adota o solteirismo eterno e a festa do pelado rola solta durante 4 anos de sua vida. Lembrando que: na faculdade, quanto mais qualidade, melhor o resultado final. Isso em todos os sentidos possíveis e imagináveis. Afinal, faculdade é como uma família, e o incesto é praticável à rodo. Caso prefira continuar namorando e arriscar seu pescoço, corre o sério risco de descobrir que nada dura pra sempre, que mentira tem perna curta e que ditados populares podem ser muito reais.

Número 6 – A divisão da sala
Toda sala que se preze tem: O grupo dos folgados, o grupo dos nerds, o grupo dos intelectuais (sim, são coisas distintas), o grupo dos enganadores e o grupo dos arruaceiros (muito conhecido como grupo da morte). Para se dar bem, conquiste o respeito dos Folgados, seja do grupo dos Nerds, seja bem visto pelos Intelectuais, mantenha distância dos Enganadores e ande com os Arruaceiros. Lembre-se que você precisa de notas pra passar, e não de coleção de suspensões. Mas lembre-se também que por trás de todo nerd, sempre tem uma bola de papel ou um giz apontado para sua nuca. O meio termo nunca foi tão amigo seu quanto nessas horas.

Número 7 – O trote
Jamais pense em faltar no trote. O trote é a melhor forma de interação entre Veteranos e Bixos. Logo, você pode necessitar daquele trabalho chato pra cacete de ser feito, que por sinal o veterano tem prontinho e encadernado pra fornecer. Além do mais, tudo acaba em breja. Então, é a sua chance de conhecer suas companheiras de sala (esqueça dos companheiros…eles você pode conhecer depois) e assim começar o processo de reconhecimento do terreno.

Número 8 – As festas da faculdade
Se possível, vá em todas. Mas saiba se portar em cada uma delas. Numa festa de aloprados, o porre pode ser uma alternativa de enturmação geral com a galera. Numa festa de nerds, talvez uma roda de violão com músicas do Los Hermanos seja mais atrativo. Se possível, pegue mulheres em todas. Assim você amplia o seu ângulo de visão e o seu currículo. Na verdade, fazer um social nas festas é importante, mas procure as festas de arromba, pois sempre sobra uma perdida pra você se divertir por meia hora.

Número 9 – As temíveis provas
O termo “Quem não cola, não sai da escola” é realmente adotado como “frase do dia” durante todos os anos letivos. Procure sempre posicionar-se estrategicamente entre os nerds e os baderneiros. Se por acaso o nerd não passar cola, o baderneiro tem a resposta da prova que pegou da turma anterior. Apesar de ser uma fonte não muito confiável, você não tem outra alternativa caso aquele nerd maldito não queira dividir seu conhecimento para com os seus semelhantes.

Número 10 – Classificação dos dias da semana
Anote isso naquele espaço que fica reservado para colocar as aulas da facul durante a semana. Afinal, você nunca consulta essa parte do caderno pra consultar a próxima aula mesmo. Segunda-feira é dia de conversar sobre o fim de semana, que, dependendo do nível de atividade na mesma, pode estender-se para a terça-feira também. Ou seja, assista as aulas, mas fique de olho nos papos alheios. Quarta-feira é dia de bar, independente do jogo que passa na TV. Pode ser até XV de novembro X Novorizontino, o importante é sumir da faculdade. Quinta-feira é dia de planejar o fim de semana. Ou seja, realmente não dá pra assistir aula direito né? Entre apenas pra responder chamada e volte ao seu plano inicial. Sexta-feira é dia de balada e de cumprir o planejado na quinta-feira. Então, procure planejar alternadamente entre faltar todas as aulas e uma sexta-feira e faltar só nas ultimas aulas da próxima sexta-feira. Sempre tem aquele professor filho de uma rameira que faz chamada em plena sexta-feira, independente do evento que ocorrerá no fim de semana. Falta é o pior inimigo do universitário, então cuide para que isso possa ser contornado no final do semestre.

Com tudo isso, fica fácil aguentar os 4 anos (ou mais) de faculdade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s