A Oração da Gestalt

“Eu sou eu, você é você. Eu faço as minhas coisas e você faz as suas coisas. Eu sou eu, você é você. Não estou neste mundo para viver de acordo com as suas expectativas. E nem você o está para viver de acordo com as minhas. Eu sou eu, você é você. Se por acaso nos encontrarmos, é lindo. Se não, não há o que fazer.”

Fritz Perls, 1969

 fritz-perls

Fritz, na vibe #papainoeldewoodstockfeelings

Friederich Salomon Perls (1893-1970), conhecido como Fritz Perls, foi um psiquiatra e psicoterapeuta alemão que, juntamente com sua esposa, Laura Perls, fundou uma escola de estudo psicológico denominado Gestalt-terapia, que, de forma bem simplificada versa sobre a realidade do aqui e agora, o organismo como totalidade, a unidade organismo/meio, a dominância da necessidade emergente e uma reflexão sobre o conceito de agressão, que é entendida como uma força biológica importante para o crescimento.

De uma forma mais prática, o indivíduo é entendido como uma entidade inteira, e não divisível. Tudo que ele é, o é AGORA. As “partes” não são tão relevantes, e sim o quanto influenciam no Todo do ser. E sempre se é necessário enxergar além.

Mas acima de tudo, se leva em questão o conceito da (e do direito de) individualidade de cada um. Temos, às vezes, a necessidade de buscar determinadas coisas, especialmente NAS pessoas com quem nos relacionamos, algo que elas não tem/podem dar. Geramos EXPECTATIVAS sobre as pessoas, mas elas REALMENTE não são obrigadas a corresponder ou viver de acordo com aquilo que NÓS queremos. E nem nós as delas.

Se houver um encontro dessas duas realidades, quereres, expectativas, desejos de ambas as partes, isso, efetivamente, é LINDO. Mas quando não há, não adianta lutar ou tentar “fazer por onde”. As coisas não dão certo, ambos se frustram, e se constrói tristeza onde deveria haver felicidade.

Que cada um siga seu caminho, cada um seja o que é de verdade, porque só nós mesmos sabemos a dor e a delicia de ser quem somos. E sendo verdadeiros, conosco mesmos e com o outro, aí sim, podemos ser felizes. :)

Danke schön, Fritz!

perls97

 

“De nada, galhere…” :D

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s